domingo, 5 de novembro de 2017

Parque Distrital Salto do Tororó

O Parque Distrital Salto do Tororó está localizado na região administrativa de Santa Maria, entre as rodovias DF-001 e DF-140. Dista aproximadamente 25km do centro (rodoviária) de Brasília. Foi instituído em 30 de Abril de 2015, sendo o primeiro parque de proteção integral em Brasília. Possui um cachoeira belíssima e por isso é muito visitado praticantes de ecoturismo e turismo de aventura. Estão entre os objetivos do parque a preservação da natureza, educação ambiental, pesquisa científica e práticas de esportes e de turismo ecológico. Apesar de estar formalizado, o parque ainda não possui infra-estrutura\serviços para os visitantes.

Fonte: https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2015/05/18/parque-distrital-salto-do-tororo-sera-o-primeiro-de-protecao-integral-em-brasilia/.

Foi a primeira visita do grupo Observaves ao local, seguindo o calendário Vamos Passarinhar nos Parques do DF. A abundância da avifauna local impressionou. O dia amanheceu com tempo agradável - umidade voltando aos níveis desejados após as primeiras chuvas - céu bastante nublado com possibilidade de chuva a qualquer momento.  A trilha que leva à cachoeira passa por algumas fito-fisionomias de cerrado, como cerrado strictu-sensu, cerradão e mata ciliar. A vista do vale é belíssima e possui uma vegetação bem preservada.

A visita contou com 18 participantes e durou aproximadamente 4h. Nesse período, foram registradas 65 espécies de aves. Além do bom número de espécies registradas em um curto período de tempo, fica a certeza de que muitas, muitas outras espécies relevantes ainda serão registradas no parque. Um fato que valida essa afirmação foi o registro visual, durante a passarinhada, de uma patativa-tropeira, espécie que foi recentemente separada (considerada distinta) de outra espécie de patativa, já estando classificada como uma espécie vulnerável.

pirira-da-taoca - Simone Caldas 


Andorinha-serradora - Carlos Alberto

Beija-flor-tesoura-verde - Carlos Alberto


Soldadinho - Carlos Alberto

Peitica - Guilherme Carrano


Saira-amarela - Guilherme Carrano

Peitica-de-chapeu-preto - Guilherme Carrano



domingo, 27 de agosto de 2017

Parque Ecológico das Copaíbas

A oitava saída à campo do calendário Vamos Passarinhar nos Parques do DF foi no Parque Ecológico das Copaíbas. A UC situa-se entre a QI 26 e a QI 28, no Lago Sul, Distrito Federal, pertencendo à Área de Proteção Ambiental (APA) do Lago Paranoá. Abriga o córrego Manoel Francisco, também conhecido como córrego das Antas, que deságua no Lago Paranoá, além de pelo menos 8 nascentes. 

Lista das espécies registradas no Parque Ecológico das Copaíbas durante a passarinhada.

1.       andorinha-do-buriti
2.       andorinha-doméstica
3.       andorinha-do-rio
4.       andorinha-serradora
5.       balnça-rabo-de-máscara
6.       bem-te-vi
7.       biguá
8.       cambacica
9.       chorozinho-de-bico-comprido
10.   coruja-buraqueira
11.   corruíra
12.   ferrerinho-relógio
13.   fim-fim
14.   inhambú-chororo
15.   joão-de-barro
16.   martim-pescador-grande
17.   pardal
18.   periquito-de-encontro-amarelo
19.   periquito-rei
20.   petrim
21.   pipira-preta
22.   quero-quero
23.   risadinha
24.   rolinha-roxa
25.   sabiá-do-campo
26.   sabiá-laranjeira
27.   sanhaçu-de-coleira
28.   saíra-amarela
29.   suiriri
30.   suiriri-de-garganta-branca
31.   tapirucu-de-cara-pelada
32.   tesourinha
33.   tiziu
34.   urubu-de-cabeça-preta
35. Coro Coro
36. Fura barreira
37. Garrinchão de barriga vermelha
38. Guaracava de topete uniforme
39. Gaturamo verdadeiro
40. Pombão
41. Beija flor tesoura
42. Lavadeira de cara branca
43. Carcará
44. Beija flor de garganta verde
45. Curutié
46. Ariramba de cauda ruiva
47. Besourinho-de-bico-vermelho
48. Graveteiro
49. João-de-pau
50. Guaracava-de-barriga-amarela
51. canário-da-terra-verdadeiro
52. gavião-carijó
53. tuim
54. trinca-ferro




quinta-feira, 30 de março de 2017

Parque Ecológico Canela de Ema

A terceira saída a campo do calendário Vamos Passarinhar nos Parques do DF foi no Parque Ecológico Canela de Ema. A UC situa-se em Sobradinho-DF, entre Sobradinho II e o Setor de Condomínios. Abrange a lagoa Canela-de-Ema. A vegetação em torno é constituída de brejo, campo de murunduns, buritizal e cerrado, com grande quantidade de canelas-de-ema, que dão nome à área.

bigodinho - Cristofer Martins
Percorremos uma trilha em meio ao cerrado em direção à lagoa canela-de-ema. Nesse caminho foi possível observar em meio às moitas de capim algumas espécies de papa-capim que, infelizmente, ficam muito vulneráveis à presença dos gaioleiros no parque. Próximo à lagoa, observou-se um maior número de espécies de aves, naturalmente com predomínio para espécies ligadas à ambientes brejosos e aquáticos, como martins-pescadores, curuties e principalmente garibaldis. Abaixo a lista das espécies de aves registradas.

1 tiziu
2 Risadinha
3 pombão
4 Martim Pescador Grande
5 garibaldi
6 coro-coro
flor da canela de ema - Tancredo Maia
7 andorinha do rio
8 encontro amarelo
9 coruja buraqueira
10 corutié
11 Rolinha caldo de feijão
12 pia-cobra
13 anu preto
14 narceja
15 sabia laranjeira
16 bem ti vi
17 corruíra
18 João de barro
19 pica pau do campo
20 saí amarelo
21 pitiguari
22 Beija-flor tesoura
23 Beija-flor de orelha violeta
24 marreca pé vermelho
25 sanhaçu de coleira
26 graveteiro
27 martim pescador verde
coró-coró - Rosa Varella
28 socozinho
29 bigodinho
30 andorinhão do buriti
31 saracura sanã
32 andorinha de casa pequena
33 carcará
34 tuim
35 gavião carijó
36 Martim pescador pequeno
37 guaracava de barriga amarela
38 Suiriri
39 Garrinhão de barriga vermelha
40 sabia do campo
41 baiano

Postagens populares